Educação


Escola Romildo Czepanhik realiza I Simpósio de Educação, Arte e Cultura

Por: Repórter da Redação 23/06/2022 às 17:48 Atualizado: 30/06/2022 às 23:22

A EEB Romildo Czepanhik, de Xanxerê, realizará nos dias 13 e 15 de julho, a partir das 19h, o I Simpósio de Educação, Arte e Cultura. O objetivo do evento é presencial e busca proporcionar atividades de cunho científico que contempla eixos do Novo Ensino Médio para comunidade, promovendo reflexões com pesquisas e apresentação de trabalhos científicos desenvolvidos pelos alunos.

De acordo com a professora da escola, Déborah Cardozo, a noite de abertura, na sexta-feira (13), contará com a participação de três coletivos culturais da região Oeste, sendo eles ABarca, Impresso Marginal e QG Collab. Além disso, a psicóloga Eloisa Almeida, que atua no município como coordenadora de Cultura de Xanxerê, apresentará o contexto das atividades desenvolvidas pelos coletivos na região. “Na noite haverá ainda a realização de três oficinas, realizadas por cada um dos coletivos apresentados”, explica a professora.

Ao fim das exibições dos coletivos, será feita uma confraternização e apresentação musical com ex-alunos, alunos e pessoas envolvidas nas oficinas. O simpósio está sendo desenvolvido como parte das atividades dos Componentes Curriculares Eletivos (CCE) do novo Ensino Médio, sendo Cultura digital com a professora Déborah Cardozo; Empreendedorismo com a professora Dayane Elise Pavi; Pensamento computacional com a professora Naidi Carmen Gabriel; Educação Tecnológica e Educação Financeira com o professor Silvio Fioretin Neto e Sociedade, Saúde e Meio Ambiente com o professor Jocifran Alves Silva.

Conheça os coletivos e as oficinas

O “Impresso Marginal” é um coletivo de arte, literatura e poesia que visa a edição justamente das obras à margem das publicações populares, apresentando sempre novas produções de escritores, artistas e poetas independentes, principalmente de Xanxerê. Além do lançamento da 13ª edição do Zine do Impresso Marginal, os partipantes prepararam uma oficina de Zine com dinâmica para produção de textos.

Já o Coletivo “ABarca”, além de apresentar uma intervenção multicultural autoral, vai oferecer uma oficina que inicia com uma roda de conversa sobre os artistas na escola e a formação de coletivos culturais. No segundo momento da oficina, ocorrerão atividades de jogos teatrais interativos.

O Coletivo “QG Collab” é um coletivo de produções musicais e audiovisuais e irão realizar uma oficina de produção audiovisual com os participantes. Além disso, haverá uma exibição de obras de audiovisual e fotografia produzidas pelos estudantes da escola.

> Receba notícias do TSX pelo WhatsApp

Confira o restante da programação

Na domingo (15), a programação inicia com a palestra “Contextualizando a história do Oeste Catarinense: um olhar da ciência sobre o lugar onde vivemos”, seguindo de uma mesa redonda e, por fim, com .a apresentação de dois trabalhos de pesquisa realizados por alunos do último ano do Ensino Médio. Esse evento acontece na sede da Associação dos Moradores do bairro Veneza, a partir das 19h.

A responsável pela palestra de abertura é a professora Valdirene Chitolina, da rede municipal de ensino de Xaxim, a qual possui mestrado em História Regional e atualmente é doutoranda na mesma área pela Universidade de Passo Fundo/RS.

O tema abordado explora a constuição do território do Oeste de Santa Catarina, bem como a cultura e os povos que viviam na região antes da colonização. “Compreender o processo de formação do nosso território é importante para significar a nossa própria existência, pois existimos em um território”, destaca Déborah.

Já a mesa redonda terá como mediador o professor Silvio Fiorentin Neto, da escola Romildo Czepanhick e a participação da especialista em Arqueologia e Patrimônio, mestra e doutoranda em Ciências Ambientais, Aline Bertoncelo; o professor Tiago Benetti, mestre em História Regional; e Sidinei Mesnerovicz, presidente da Câmara de Vereadores; juntamente com a professora Valdirene Chitolina.

O tema abordado na mesa dá sequência a discussão iniciada pela palestra de abertura, onde cada participante contribuirá com suas experiências, pesquisas e estudo realizados na região.

Por fim, para mostrar à comunidade escolar a importância de se desenvolver pesquisa científica na escola, dois trabalhos, desenvolvidos por estudantes do terceiro ano do E.M, serão apresentados ao púbico. Esses trabalhos foram orientados na discplina eletiva de Educação Tecnológica durante o primeiro semestre de 2022.

A programação completa e as inscrições devem ser feitas pelo site: (even3.com.br) ou www.even3.com.br/simposioczepa2022

* Siga o Tudo Sobre Xanxerê no Instagram e curta nossa página no Facebook 

Foto: Divulgação

ÚLTIMAS NOTÍCIAS