Agricultura


CONFIRMADO: Ademir Gasparini assume Secretaria Estadual do Microbacias 3

Por: Repórter da Redação 24/01/2011 às 19:52

Agora é oficial. O ex-secretário da SDR de Xanxerê, Ademir Gasparini, foi convidado pelo Secretário de Agricultura João Rodrigues e aceitou a missão de comandar em Florianópolis o Programa SC Rural Microbacias 3, que utiliza recursos do Banco Mundial e tem como principal objetivo fomentar o desenvolvimento e o fortalecimento das atividades rurais no Estado de Santa Catarina. Gasparini será o Secretário Executivo do programa, cargo que tem status de Secretário de Estado mas é subordinado diretamente ao secretário da Agricultura João Rodrigues.

Segundo apurou a reportagem do Tudo Sobre Xanxerê, Ademir Gasparini recebeu o convite na quinta-feira, dia 20, quando João Rodrigues, Gelson Merisio e o Governador Raimundo Colombo estiveram em Chapecó. Nesta segunda-feira, dia 24, “Miri” esteve em Florianópolis onde, no gabinete do Secretário da Agricultura, foi anunciado oficialmente e conheceu detalhes do seu futuro trabalho.

Entenda melhor as atribuições do novo Cargo de Ademir Gasparini

O orçamento global destinado à execução do Microbacias 3 é de US$ 189 milhões, sendo US$ 90 milhões do Banco Mundial e o restante, de contrapartida do Governo do Estado.

O Programa Santa Catarina Rural - Microbacias 3 apresenta a terceira etapa de uma estratégia de desenvolvimento rural do Estado que já acontece há duas décadas e que deverá consolidar avanços alcançados pelos Projetos Microbacias 1 e 2.

O programa será executado de 2010 a 2016 e objetiva aumentar a competitividade das organizações da agricultura familiar.Para atingir tal fim, o Santa Catarina Rural apoiará 500 projetos estruturantes para a implantação de agroindústrias familiares de processamento de carne, leite, frutas, pescados entre outros; melhoria dos sistemas de produção; agregação de valor aos produtos agrícolas e conexão de Internet. Esses projetos poderão captar recursos, também, para a melhoria das estradas municipais terciárias e para a atividade de turismo rural.

O programa também irá ampliar o processo de certificação fitossanitária de produtos como a banana, maça, pinus e citrus e a inspeção de produtos de origem animal, especialmente de empreendimentos legalizados no Sistema de Inspeção Estadual (SIE).

RESUMO GERAL

Secretaria Executiva do Projeto Microbacias 3
Projeto de Recuperação Ambiental e de Apoio ao Pequeno Produtor Rural

Objetivos


Contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população rural de Santa Catarina, através da preservação, recuperação e conservação dos recursos naturais, do aumento da renda, das condições de moradia e estimulando uma maior organização e participação no planejamento, gestão e execução das ações.

Área de Atuação
O Projeto será desenvolvido em todo Estado de Santa Catarina, devendo atingir 879 microbacias hidrográficas, o que representa 52% das existentes.
Beneficiados

Serão atendidos pelo Projeto, prioritariamente, os pequenos agricultores familiares com renda de até 2 salários mínimos por mês, empregados rurais e populações indígenas, totalizando 105 mil famílias residentes nas microbacias.
Principais Metas

Em manejo e conservação de recursos naturais
• Implantação da estrutura de gestão em três bacias hidrográficas abrangendo uma área de 8,4 mil km2;
• Implantação de dois corredores ecológicos abrangendo uma área de 4,2 mil km2;
• Implantação de sistemas de coleta de dejetos animais em 16.500 propriedades;
• Manejo e conservação do solo e água, em 250.000 hectares, beneficiando 50.000 famílias;
• Implantação de mata ciliar em 2.000 km;
• Implantação do Programa de Educação Ambiental em 1.000 escolas rurais, atingindo 92.850 pessoas entre agricultores, professores e escolares;
• Consolidação da Unidade de Conservação do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro.

Em melhoria de renda
• Implantação de 2.350 de agregação de valor, beneficiando 50.000 famílias;
• Melhoria do sistema de produção em 40.000 propriedades;
• Implantação e aquisição de insumos e serviços.

Em melhoria de habitação
• Implantação de sistemas de captação, armazenamento e distribuição de água beneficiando 30.000 famílias;
• Destinação adequada de efluentes domésticos beneficiando 14.500 famílias;
• Reforma de moradias beneficiando 15.000 famílias.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS