Política


Alesc aprova projeto que proíbe corrida de cães em SC

Debate sobre a questão das corridas de cães também virou pauta em Xanxerê, após rejeição de monção na Câmara
Por: Sanny Borges 16/12/2021 às 18:47 Atualizado: 03/01/2022 às 13:55

Na última quarta-feira (15), os deputados da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) 339/2021, proposto pelo deputado Marcius Machado (PL), que proíbe a corrida de cães no estado. O PL segue agora para análise do governador Carlos Moisés da Silva (sem partido).

Conforme a ementa, a proposição altera o Código Estadual de Proteção dos Animais para explicitar a proibição da realização de corrida de cães e do abandono de animais domésticos em Santa Catarina. Em agosto, outra iniciativa, também de autoria de Marcius e com o mesmo objetivo, foi rejeitada pelo Plenário da Assembleia.

A votação desta quarta foi acompanhada por ativistas da causa animal de várias cidades do estado. O autor do PL afirmou que a proposta tipifica a corrida de cães como um crime, além de estabelecer multa para esse tipo de ocorrência.

> Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp

“Uns dizem que é perda de tempo, mas cada um tem um foco para a sociedade, e nós da causa animal queremos sim que eles sejam respeitados, como ser sencientes que são. Com esse projeto, vamos dar um basta à corrida de cães e daremos um respaldo para os ativistas da defesa dos animais”, afirmou Marcius.

Durante a votação, o parlamentar lembrou que a prática já é proibida em países vizinhos, como a Argentina e o Uruguai. No Rio Grande do Sul, as corridas foram proibidas por meio de decreto do governador Eduardo Leite (PSDB).

Em Xanxerê
No mês de setembro, o então vereador Alcedir Rama (MDB), apresentou uma Moção de Apelo na Câmara Municipal pela aprovação do projeto na Alesc. Mas, na época, a moção foi rejeitada pela maioria dos vereadores de Xanxerê e gerou indignação na população. Depois, assim como ocorreu na Alesc, os vereadores xanxerenses voltaram atrás e se manifestaram a favor da iniciativa.


* Siga o Tudo Sobre Xanxerê no Instagram!
* Curta nossa página no Facebook!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS