Política


Serginho Nunes comunica renúncia da presidência para abrir espaço a Sidão

Por: Francieli Corrêa 16/12/2021 às 18:41 Atualizado: 03/01/2022 às 13:55

Em sessão extraordinária, logo após a última sessão ordinária de 2021, realizada na Câmara de Vereadores de Xanxerê, na noite de quarta-feira (15), o atual presidente da Mesa Diretora, Serginho Nunes (PSL), comunicou sua renúncia ao cargo, a partir de janeiro de 2022. A atitude já era esperada, visto que foi um acordo entre os vereadores da chapa eleita no dia 01 de janeiro deste ano, logo após a posse de todos os parlamentares.

Serginho abre espaço para que o atual vice-presidente, Sidinei Mesnerovicz, o Sidão (PT), possa assumir a presidência da Casa Legislativa no próximo ano. “Eu estou cumprindo o que a gente acordou em 1º de janeiro, renunciando ao cargo para o vice-presidente, o Sidão. Tenham certeza que saio de alma lavada, com a sensação de dever cumprido, saio leve. Trabalhei da melhor forma como presidente, conduzi de uma maneira muito educada, respeitando cada funcionário desta Casa, cada vereador, e colhemos bons frutos ao final deste meu mandato.”, disse Serginho após ler o comunicado de renúncia ao cargo de presidente.

Sidão agradeceu a Serginho pela atitude e declarou que conta com todos os vereadores para continuar o trabalho na presidência. “Da mesma forma que quando começaste, nós também neste primeiro ano de mandato fomos aprendendo e da mesma forma a gente quer continuar aprendendo. Conto com cada vereador para fazermos os debates necessários e que possamos evoluir e conduzir a Casa de uma forma bem tranquila e harmoniosa, entre os três poderes.”, declarou.

A eleição para vice-presidente da Câmara de Vereadores será realizada em 2022.

Prestação de contas
Serginho Nunes também realizou a prestação de contas do exercício de 2021. Ao final do ano, o montante economizado chegou aos R$ 3.665.865,41. Entre os principais destaques na economia feita pela Mesa Diretora, destacados pela presidencia, estão os gastos com a folha de pagamento, com R$ 622.281,55 economizados; gastos com mídia, onde a economia foi de R$ 489.399,80; gastos com materiais de consumo e outros que teve a economia de R$ 192.365,51; e gastos com diárias, onde a economia foi de R$ 82.673.83.

Serginho Nunes se disse satisfeito com sua gestão à frente do Legislativo e do orgulho do dever cumprido, “Para uma pessoa que jamais pensou em ser vereador, no primeiro ano de mandato já assumir a difícil missão de comandar o legislativo, promovendo a maior economia da história do legislativo me deixa muito orgulhoso e com o sentimento de dever cumprido”, finalizou o presidente do legislativo.

Comparação com o exercício anterior
Folha de Pagamento
Ano de 2019 – R$ 3.077.400,00
Ano de 2021 – R$ 2.455.118,45
Economia: R$ 622.281,55

Mídia
Ano de 2019 – R$ 572.675,80
Ano de 2021 – R$ 83.276,00
Economia: R$ 489.399,80

Diárias
Ano de 2019 – R$ 125.330,37
Ano de 2021 – R4 42.656,54
Economia: R$ 82.673,83

A comparação apresentada foi feita com o ano de 2019, pois o ano de 2020 por ser ano eleitoral, alguns gastos ficaram limitados pela lei, mas mesmo assim os gastos foram superiores ao realizado neste ano.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS