Centro de Umbanda é incendiado; suspeita que seja criminoso - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Bombeiros, Comunidade, Polícia - 27 Fev 2015 11:03

Centro de Umbanda é incendiado; suspeita que seja criminoso

Por: Leticia Faria
Visualizações: 5726
Centro de Umbanda é incendiado; suspeita que seja criminoso O incêndio ocorreu por volta da meia noite e, uma equipe do Corpo de Bombeiros de Xanxerê combateu as chamas (Fotos: Leticia Faria/Tudo Sobre Xanxerê)

Membros do Terreiro de Umbanda Caboclo Ubirajara se reúnem, toda sexta-feira, para suas reuniões, no centro religioso, localizado na Rua 27 de Fevereiro, no Bairro Nossa Senhora de Lourdes. Mas hoje, o grupo foi surpreendido com um incêndio – segundo eles criminoso – no centro que está em atividade há cerca de seis meses. Uma equipe do Corpo de Bombeiros atendeu a ocorrência, por volta da meia noite. O local, com 35m², ficou destruído, comprometendo inclusive a estrutura e diversas imagens. Foi necessária a utilização de 1.500 litros de água para combater as chamas. Ninguém ficou ferido.

Elisete Santos é médium da corrente e atua com outras sete pessoas. A cada sessão, cerca de 25 pessoas se reúnem e eles atuam na saúde, para a cura das doenças. Ela comenta, ainda emocionada e, também, revoltada que não entende o motivo de ainda existir intolerância religiosa por parte de algumas pessoas, referenciado que o incêndio seja criminoso.

- Ficamos sabemos que ocorreu o incêndio hoje de manhã. Nossas reuniões acontecem toda sexta, como fizemos há uma semana. Estivemos aqui somente na segunda, para fazer a limpeza e, depois disso, ninguém mais entrou. Temos, na parte lateral, uma janela sem vidros que imaginamos ser o local por onde atearam o fogo. Não havia nenhuma vela acesa, o sistema elétrico está funcionando normal. Por isso, acreditamos em incêndio criminoso e temos esse sentimento de raiva e revolta – conta.

A médium conta ainda, que em todas as reuniões, algumas pessoas a qual ela não identificou, lançam rojões, atrapalhando o trabalho, além de cortarem o fornecimento de água e acionarem a polícia, alegando perturbação.

- Não atrapalhamos ninguém, fazemos nosso trabalho uma vez por semana, não é verdade que incomodamos – finaliza.

A investigação agora será realizada, para identificar onde e como o incêndio foi iniciado e, ainda, punir os responsáveis.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar